sábado, julho 12, 2008

Fazer uma excursão até ao Futuro Imaginado

No livro "Think Better" de Tim Hurson encontrei a uma descrição muito próxima da minha abordagem inicial ao desafio da formulação de uma estratégia.
.
Construir um balanced scorecard sem uma estratégia definida previamente... é um bom negócio para consultor e pouco mais.
.
Tim Hurson propõe a seguinte bateria de questões:
  • Qual é a coceira? Qual é a comichão? Qual é a preocupação? Qual é a incomodidade? O que é que nos faz estar descontentes, ou sentir uma irritação que nos impele a fazer algo para mudar?
  • Qual o impacte? Qual o efeito? Quais as consequências da coceira? Por que é que é importante?
  • Qual a informação? O que sabemos acerca da coceira e das suas causas? O que mais precisamos de saber?
  • Quem está envolvido? Quem são as partes interessadas? Quem pode ser afectado pela coceira? Quem pode influenciar a coceira?
Chegados aqui, a questão seguinte é:
  • Qual a Visão? Qual é a nossa visão de um futuro em que a coceira já estará resolvida?
Ou seja, é preciso estabelecer uma visão para o futuro. Tim Herson chama a esse futuro o futuro-alvo.
.
"The Target Future is the place you want to get to. It doesn't tell you how you'll get there; in other words it is not a solution. Rather, it is a brief description of a future in which your issue is resolved and your Itch no longer irritates you"
.
A seguir o autor coloca um segundo grande desafio responder à questão "O que é o sucesso?"
.
A linguagem que o autor utiliza é tão parecida com a que utilizo que até mete impressão, basta pesquisar neste blogue (o livro é de 2008): .
"The purpose of What's Success? is to create Future Pull: to make you care. Deeply. I like to think of this phase ... as throwing a grappling hook into the future. You wind up and hurl that hook into the most compelling future you can imagine. It latches on firmly, and then you start to pull yourself into that future.
.
That's creating Future Pull." ...
"One of the most useful tools to establish Future Pull is the Imagined Future (IF) excursion. You can use IF excursions to generate what it would be like if you succeeded in resolving your Itch and reaching your Target Future.
...
"Tell yourself a story about a day in the life of your Imagined Future. Be as vivid and sensory as possible. The more robust your description is, the more compelling it will be for you. Don't worry about what's realistic or not realistic. Just imagine the ideal future you would like to see...
...
"Close your eyes and imagine actually being in the future you've targeted."


4 comentários:

V. A. disse...

Engenheiro, acho que vou comprar esse livro. Acordou-me uma tal curiosidade com este blogue que, só na sexta-feira, comprei dois livros ligados à Gestão, que, aliás,´cito no meu bloguie.
Fiquei com a impressão de que o seu segundo livro já saíu. É verdade? Gosto de saber, como calculará...
Um abraço da Voluntária Angolana

Raul Martins disse...

E eu daquilo que vou ouvindo e do que nos ensina, declaro também a impressão da comunhão das palavras.
.
A segunda imagem está mesmo sugestiva.
.
E este segundo livro de que a nossa amiga voluntária angolana fala é de quem? Do Tim Hurson ou um livro seu, Ccz? Quero saber.
.
Carpe diem tribal!

CCz disse...

O segundo livro atrasou-se... fiquei à espera que uma certa pessoa fizesse a revisão dos textos.
Só que essa pessoa nunca mais disse nada e... quem não tem cão, caça com gato.
.
E assim, a coisa atrasou-se, talvez para Setembro(?)

CCz disse...

Trata-se de um livro da minha autoria sobre Gestão Ambiental.
.
Mas não gestão ambiental do politicamente correcto e dos papeis e do folclore habitual. Gestão ambiental sintonizada com o negócio, com a estratégia das organizações.