terça-feira, março 31, 2009

Produtividade (parte II - ainda nos preliminares)

Na sequência de: Produtividade (parte I)
.
Por que é que os portugueses que trabalham em empresas alemãs a operar em Portugal têm produtividades superiores às das empresas congéneres a operar na Alemanha?
.
Por que é que um trabalhador com a antiga 4ª classe, quando a sua fábrica têxtil no Vale do Ave fecha e ele decide emigrar para a Alemanha, dá um salto brutal na sua produtividade pessoal?
.
Continua.

7 comentários:

Duck disse...

Olá, como está?

A minha opinião é que o problema não está no trabalhador mas no método....neste caso em específico, no controlo e na organização do processo que não permite perdas de tempo em actividades redundantes...

CCz disse...

Olá Duck,

Como consigo contactá-lo telefonicamente?

Nunca atende!!!

Obrigado pela participação. Amanhã começaremos a desvendar o caso.

Duck disse...

:) Pode ligar que o "numbaro" é o mesmo...deixe é a fulana falar até ao fim pois como mudei de rede agora tenho uma assistente pessoal, e por isso pode pensar que é uma mensagem a dizer que está desligado mas não.

Abraço

lookingforjohn disse...

Em Portugal* só se sabe ser autoritário (abuso das regras) ou displicente (ausência de rigor organizativo e prevalência de comportamentos orientados pelas expressões "não tenho tempo" e "o outro não faz nada e ganha mais do que eu").

O meio termo, o equilíbrio que implica dizer "ok, fizeste bem" e também "fizeste mal, tens que mudar", não existe, porque requer... CORAGEM e competências de relacionamento ADULTO (ver Estados do Eu - Modelo PAC) - e nem um nem outro abundam por aí.

* Generalização feita a pensar em gestores/ empresários que conheço e noutros de quem me falam - o que já dá para generalizar... :P

lookingforjohn disse...

O Duck é, nomeadamente, uma pessoa difícil de contactar.

Duck disse...

D**S...para não dizer outras coisas tipo F***X, este looking for John é só bota-a-baixo em relação a minha pessoa... nen um só comentário possitivo me lembro de lêr a meu respeito... possivelmente quando estava a criticar esses gestores que conhece, ainda aposto uma trinca de uma francesinha que lá no fundo a minha pessoa ainda lá apareceu nos seus pensamentos.

Caro CCZ sorry for taking your blogg with this...o assunto segue mesmo para a chapada

CCz disse...

Ahah
.
"possivelmente quando estava a criticar esses gestores que conhece, ainda aposto uma trinca de uma francesinha que lá no fundo a minha pessoa ainda lá apareceu nos seus pensamentos"
.
Eu juro que pensei o mesmo.