segunda-feira, maio 26, 2008

Curiosidade, o traço comum.

Das tribos do rio Paraná...


às tribos do rio Hudson
A música é dedicada ao meu Pai.

3 comentários:

Raul Martins disse...

Belíssimo filme; belíssima música. E o seu pai certamente apreciará entre contados amigos com o bom Deus por perto.
Que fiquem as memórias das partilhas e momentos nobres que a vida vos proporcionou.
Um abraço.

Raul Martins disse...

Sem dúvida que a curiosidade é o traço comum. A procura de respostas para a sempre eterna pergunta do homem: quem sou eu? donde venho? para onde vou?
E tantos caminhos ainda por percorrer?
Um abraço tribal.

Teresa disse...

Hoje, o ccz deixou der ser "uma pessoa de um pudor relativamente à exposicao de afectos em público"
Também sempre fui como o ccz. A minha mae dizia sempre que eu era "muito fria" e que "nao tinha coracao".
Ontem, como hoje o ccz., quis fazer uma homenagem à minha mae.
Como penso sempre que ninguém le o meu blogue, fiquei admirada com as palavras amigas.

O nosso sorriso imenso tem razao: belíssimo filme e belíssima música.
Fez-me tao bem estar aqui a ouvi-la.
É uma felicidade acreditar-se em Deus, infelizmente perdi-O quando tinha quinze anos.

Um abraco de Düsseldorf!