quinta-feira, junho 05, 2008

Uma experiência

Esta apresentação constitui uma experiência, quem a consultar, no final, deve colocar esta questão: "O que retiro daqui?", "Que mensagem consigo extrair deste conjunto de acetatos?"
.

3 comentários:

Maria do Carmo Cruz disse...

Não há acasos, há Encontros, Engenheiro! Cada um com o seu lugar no puzzle da vida. Até um pezinho partido tem um lugar e não pode ser ocupado de outra maneira. Os desígnios continuam a ser insondáveis, garanto-lhe. Abraço, V.A.

Raul Martins disse...

Gostei...
.
( e lembrei-me de 3ª feira... não teve vontade de nos dar umas vergastadas?... Eh pá.. escrevi isto?)
.

E por vezes andamos sempre a tocar na mesma tecla. E não adianta fazer figas e à espera da roleta.
E o desenpenho é fruto do hábito? Cada vez estou mais convencido disso.
.
Mas não precisava de exagerar... um bonequinho enforcado!
.
Gostei.
.
Um grande abraço tribal para si e um sorriso imenso, sentido, para a grande mulher que hoje nos faz companhia aqui. Não há acasos! Há encontros. Aqui está a prova disso.
.
Carpe diem.

CCz disse...

Caro Raul...
.
Obrigado pelas vergastadas, afinal alguém percebeu... receava que ninguém tivesse percebido (é um desabafo)