segunda-feira, junho 02, 2008

Uma apologia da batota (parte VI)

"Humanize each customer interaction in order to turn your product or service into much more
than a commodity.
.
In your customer’s mind, commodities are interchangeable and replaceable.
.
Humanized relationships are not."
.
"Humanize It
Bring a five-star sparkle to your customer interactions and watch your business flourish."
Por Leonardo Inghilleri & Micah Solomon
.
Acabo agora de ouvir na rádio um anúncio da Vodafone que aponta para o contrário desta mensagem, antes vai no sentido deste postal de Seth Godin

5 comentários:

Teresa disse...

Olá ccz.
Nao venho aqui para falar da apologia da batata, mas sim pedir que me conceda aquela imagem do Charles Thomas, de que eu gosto tanto, e que dá tao bem com um poema da Emily Dickinson.
Diga que sim. Quero colocá-la no meu blogue secreto.

:):):)

Teresa disse...

Boa noite ccz:
Muitíssimo obrigada!
Já coloquei a imagem no meu blogue secreto.
Acho que era imagem que ficava bem no Museu de Matemática em Bonn.
Pode-me dizer alguma coisa sobre o autor?
Sweet from you.
:):):)

CCz disse...

Não me agradeça,
.
Não fiz nada, fiquei à espera de resposta no seu blogue.

CCz disse...

Quanto ao autor, não sei nada, a não ser o que o próprio diz no seu site pessoal.

Teresa disse...

Caro ccz:
TENHO MESMO MUITO QUE LHE AGRADECER: TER UMA PACIENCIA DE SANTO PARA ME ATURAR.

Nao consegui encontrar o site pessoal do Charles Thomas, é o nome dele, nao é?
Sao principalmente as linhas geométricas que me atraem, por isso: Museu de Matemática em Bonn.
Já está no meu blogue secreto. Mas é pena, porque tirando um americano que se lá perdeu, é um blogue muito pessoal.
Summa summarum: eu gostava de por a imagem no meu blogue oficial. Tirando duas pessoas que também visitam o seu blogue, as outras que visitam o meu, nao o conhecem.
Compreende o que eu quero dizer?
Se estiver de acordo, vou colocá-la comum pequeno artigo sobre o Museu de Matemática, do qual gosto tanto.
O ccz ao aturar-me já ganhou o céu.

Saudacoes de D´dorf!